Casa velha popup
DN
VIOLÊNCIA E ROUBO

Policia prende cinco por cortar pescoço de taxista e roubar carro em MT

A vítima de 64 anos foi chamada para uma corrida e assaltada, sendo ferida com uma faca no pescoço pelo grupo criminoso

28/05/2021 13h38
Por: Redação Canarana em Foco
Assessoria PJC
Assessoria PJC

Cinco pessoas, entre elas três menores de idade, envolvidas em um latrocínio tentado cometido contra um taxista em Tangará da Serra (239 km a médio-norte de Cuiabá), foram identificadas e presas pela Polícia Civil do município, com apoio da equipe de Cáceres (225 km da Capital).

O roubo seguido de morte tentado ocorreu na noite do dia 29 de abril deste ano, nas proximidades do bairro Alto da Boa Vista.

O taxista, de 64 anos, recebeu uma ligação de uma pessoa para realizar uma corrida. O cumprimento dos mandados de prisão foi efetuado pelas equipes da 1ª Delegacia de Polícia e Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Tangará da Serra, com a participação da Delegacia Especializada de Fronteira (Defron).

Ao chegar ao local para pegar os passageiros, dois casais entraram no táxi, um veículo modelo Chevrolet Spin, e pediram que fossem levados ao bairro Alto da Boa Vista. No trajeto, um dos supostos passageiros anunciou o assalto, colocou uma faca e cortou a garganta do idoso.

Imediatamente, o motorista parou o automóvel e conseguiu escapar, pedindo socorro pelas ruas do bairro. Durante o assalto, uma das mulheres também tentou esfaquear o taxista, que depois de conseguir escapar dos criminosos teve o carro roubado.

Assim que foi acionada sobre o crime, policiais civis de Tangará da Serra iniciaram as diligências e conseguiram identificar, inicialmente, a mulher que fez a chamada da corrida. Ao ser localizada, ela negou a participação direta no roubo, porém, contou que a pedido de dois casais de amigos realizou a ligação solicitando o táxi.

Diante das informações, os investigadores deram continuidade à investigação e conseguiram chegar à identificação dos envolvidos e também recuperar o veículo, que foi localizado no dia seguinte ao crime. O caro era o meio de trabalho da vítima.

Com base nos indícios e evidências de autoria, a Polícia Civil representou pelas prisões preventivas dos investigados, que foram deferidas pela Vara Criminal da Comarca de Tangará da Serra.

Os policiais prenderam um homem e uma mulher na noite de quarta-feira (26). Já no início da manhã desta quinta-feira (27), o terceiro mandado foi cumprido contra a mulher apontada como a mentora do crime, que foi localizada em Cáceres pela equipe da Defron.

Os adolescentes investigados por ato infracional análogo ao crime cometido também foram detidos e encaminhados à delegacia de Tangará da Serra, onde foram ouvidos e liberados.

Os três adultos foram encaminhados às unidades prisionais masculinas em Tangará da Serra e Cáceres e feminina em Nortelândia. As investigações continuam para conclusão do inquérito instaurado e responsabilizações criminais dos acusados.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.