AD POP-UP
Casa velha popup
AD TOPO
ultra topo
DN
PANDEMIA

Meses após recusar vacina, idoso morre de Covid-19 em Ribeirão Cascalheira

O homem ficou internado por 12 dias e durante o período relatou à equipe de saúde que temia tomar vacina pois teria um parente que supostamente morreu após ser vacinado.

03/08/2021 11h04
Por: Redação Canarana em Foco
Fonte: Assessoria
Reprodução
Reprodução

Nesta segunda-feira (02), um idoso de 89 anos, que recusou a tomar a vacina contra a Covid-19, morreu vítima da doença em Ribeirão Cascalheira, a 548 km de distância de Cuiabá. O idoso ficou internado por 12 dias e durante o período relatou à equipe de saúde que temia tomar vacina pois teria um parente que supostamente morreu após ser vacinado.

A Secretaria de Saúde Municipal de Ribeirão Cascalheira culpa a desinformação e a propagação de notícias falsas sobre as vacinas pela morte do idoso. “Se estivesse vacinado ele ainda poderia pegar a doença, mas com certeza ainda estaria vivo, por isso eu sempre digo que fake news matam”, completou o secretário de saúde, Fausto Francisco. 

O enfermeiro e coordenador de enfermagem, Warley Batista, que acompanhou o caso da vítima, destacou a importância da população se atentar às faixas etárias de vacinação. "A vacinação é feita por [classificação de] idade, mas a população precisa procurar o posto de saúde para isso e eles (os familiares da vítima) não procuraram”, disse. 

Com o falecimento do idoso, 35 pessoas já morreram em Ribeirão Cascalheira em decorrência da Covid-19, apesar dos esforços do poder público em conter a propagação do vírus e garantir atendimento médico para todos os infectados, bem como assegurar a execução do plano de vacinação, que está na faixa etária a partir de 35 anos.

Nas redes sociais, a prefeita da cidade, Luzia Brandão, reiterou o luto por todas as pessoas de Ribeirão Cascalheira que perderam a vida na luta contra o novo coronavírus. “Cada pessoa que morre nos mostra que devemos redobrar os cuidados e respeitar as orientações, inclusive a maior delas, que é a orientação para se vacinar”, disse a chefe do Executivo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.