AD POP-UP
Casa velha popup
DN
AD TOPO
ultra topo
COVARDIA

Comerciante é agredido após pedir para jovens abaixarem som de veículo em Confresa

Homem teve lesões na mão, pé e um ferimento na cabeça que precisou de seis pontos; oito pessoas foram detidas

31/08/2021 12h28
Por: Redação Canarana em Foco
Foto: Agência da Notícia
Foto: Agência da Notícia

Gilmar Francisco Leal, de 58 anos, foi agredido por um grupo de jovens, na manhã do domingo (29), em Confresa, após pedir que abaixassem o volume do som do veículo que incomodava moradores no local, próximo a rotatória da avenida Brasil.

Segundo Gilmar, que é comerciante, os suspeitos estavam em uma tabacaria ao lado de sua empresa, por volta das 6h30 da manhã. “Pedi para que abaixassem o som, como já fiz outras vezes, porque realmente estava muito alto e estava incomodando. Eu estava com visitas em casa e ninguém conseguia dormir”, relatou.

Ainda conforme o comerciante, o som seguiu alto e horas depois pediu novamente para diminuírem o volume do som. Em seguida, uma moça foi até a empresa de Gilmar e jogou uma caixa de lixo dentro do estabelecimento. O proprietário pegou a caixa e jogou dentro do carro que estava com o som ligado. Os jovens voltaram a colocar o lixo dentro do comércio e iniciaram as agressões com um enxadão que portavam, além de ferramentas que encontraram na loja.

O comerciante teve três cortes no corpo, um no dedão do pé, no dedo da mão e um corte profundo na cabeça que precisou de seis pontos. O monitor de um computador da loja também foi danificado durante as agressões. “Eles vieram para cima e tive que pedir ajuda à Polícia”, contou Gilmar.

Oito pessoas foram detidas, uma mulher e 7 homens, que foram liberados após pagarem fiança de R$ 1.500,00. O som e o veículo não chegaram a ser apreendidos.

Gilmar pretende representar criminalmente contra os autuados pelas lesões corporais que sofreu e disse temer represálias.

(Com informações do Agência da Notícia).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.